Arquivo de Abril, 2006

Site do CNBDI

CNBDI

 

Ora mais um sopro de vitalidade para o mundo da bd por estas terras lusitanas, o Centro Nacional de Banda Desenhada e Imagem (CNBDI) criou a sua e-presence. Tem o seu site, ah pois tem!

Agora, vá, vá, dá-lhe uns cliques e já vês. Podes consultar eventos programados pelo CNBDI e o histórico dos festivais de bd da Amadora entre outras traquitanas.

Anúncios

Fonts, vulgo tipos de letra

Neste site podes encontrar variadissimos tipos de letras (com a mais valia de serem absolutamente gratuitos), que podes utilizar na criação das tuas bds.

Sim, sim, podes sempre criar a tua própria fonte mas…enquanto isso não acontece aproveita o que estes tipos simpáticos te oferecem. Podes sempre ter ideias novas e depois partilhar com os que venham a seguir.

StripGenerator – Cria a tua tira online

Não tens muito jeito para desenhar, mas muito conteúdo para oferecer…esta é a ferramenta para ti.

Podes não só criar novas tiras como também dar uma vista de olhos por outras que por lá estão.

2º Festival internacional de BD de Beja

2º Festival Internacional de BD de Beja

Pois ele aí está pela segunda vez, com mais força do que nunca e a encher aquela cidade alentejana de bonecos por todo o lado!

No site do festival podes ver alguns exemplos de obras que se encontram expostas, entre elas algumas de autores portugueses como o Pedro Nora, mostrando assim que apesar da baixa, a raiar a inexistente, divulgação da banda desenhada em Portugal, este universo ainda consegue gerar valor artístico. Daqui depreendemos que só devem aparecer os melhores…ou pelo menos os mais persistentes.

Dá uma vista de olhos por lá e, apesar de terminar já este Sábado, vale mesmo a pena dar uma achega, cachopos e cachopas!

Aprender a fazer uma banda desenhada

E hoje que estou uns mãos largas, com ampla generosidade, aqui deixo duas referências sobre como fazer uma banda desenhada.
Pelo site de Kazu Kibuishi podes aceder a um tutorial, excelente, para quem gosta de conhecer algumas técnicas utilizadas. À distância de um click.

Tutorial do Copper

Outra dica interessante sobre o processo de coloração utilizado por Steve Hamaker em Bones (personagem já aqui mencionada), pode ser consultada aqui através de vários screenshots.

Photoshop e Bones

Claro está que as referências, como as sondagens :), valem o que valem, ou seja, só te resta experimentar, testar, rasgar, voltar a experimentar e acima de tudo manter uma mente aberta para todas as técnicas com as quais te vais deparando pelo caminho.